O American Pit Bull Terrier – A saga do gladiador (parte 2)
O American Pit Bull Terrier – A saga do gladiador (parte 2)
O American Pit Bull Terrier – A saga do gladiador (parte 2)
American Pit Bull Terrier

O American Pit Bull Terrier – A saga do gladiador (parte 2)

Jairo Teixeira
escrito por
Jairo Teixeira

No início do século XVI os Ingleses começaram os primeiros esforços para colonizar a América.

Os colonos Ingleses à semelhança dos Espanhóis, trouxeram consigo seus cães para auxiliar na conquista da nova terra.

AEXKBF Arrival of wives for the settlers at colonial Jamestown Virginia
AEXKBF Arrival of wives for the settlers at colonial Jamestown Virginia

 

Essa matéria é a Parte 2 de uma série sobre o American Pit Bull Terrier.

pitbull terrier

Veja aqui a Parte 1

Logo que se estabeleceram, os novos imigrantes voltaram a praticar seus passatempos favoritos de Bullbaiting, Cockfighting (briga de galos) e Dogfighting.

shs14023_mc3q3k (1)

 

Quando os Estados Unidos da América se tornou uma nação independente (1776), as duas principais vertentes do Bulldog, a Espanhola e a Inglesa já haviam se espalhado pelas 13 colônias existentes, e a criação de animais de combate havia se tornado parte da cultura nacional.

O combate canino se tornou um esporte popular

ok_strider_fight

 

0d422a0f45fcc78df25a7861a86e312b - Cópia

 

51509602

 

As famílias se orgulhavam de ter o “cão mais valente do bairro”.

d26c1d2a94febdf916ff38aeb47ba5f3

 

9b0a2ed08f73f40179379380e272d072

 

Com o passar do tempo os combates caninos se tornaram eventos públicos frequentados por vários setores da sociedade que incluíam  políticos, militares e homens de negócio.

Os anos dourados

 

O período  entre 1850 e 1950 foi o apogeu dos cães de combate na América. O cão dos pioneiros agora conhecido como American Pit Bull Terrier nos USA e Staffordshire Bull terrier na Inglaterra,  tornou-se símbolo dos valores que fundamentavam a jovem nação americana.

1charlie_lloyd_and_ch_pilot
Pilot, um cão importado da Inglaterra.

 

Pilot tornou-se uma celebridade americana após vencer o famoso cão de Louis Krieger, Crib em outubro de 1881. Houve uma grande repercussão na época pois o desafio foi publicado em um jornal popular chamado Police Gazette.

O combate durou 1 hora e 25 minutos com uma bolsa fixada em $ 1.000, uma bela quantia na época.

É possível observar pela foto que naquele período o Staffordshire Bull e o American Pit Bull compunham um mesmo grupo de cães de combate.

Anúncios da época

Haviam propagandas em jornais e revistas oferecendo filhotes e coberturas dos campeões famosos.

7WXfIOef - Cópia

efb8c906803547e8207c408e74bbe40b - Cópia

Nasce um pioneiro

Em 15 de Janeiro de 1875 nascia um homem cujo nome tornou-se sinônimo do American Pit Bull. John Pritchard Colby foi provavelmente a pessoa que mais influenciou a criação dos APBTs na América.

Seus antepassados haviam se fixado na cidade portuária de Newburyport, Massachusetts nos anos 1700.

 

0a192652f05b8ca52b90ed9c7628edfa
O jovem J. P. Colby e seu cão Paddy.

 

Foi nessa cidade portuária, que o jovem descendente de Galeses, ouviu pela primeira vez da boca dos velhos imigrantes Ingleses e Irlandeses , relatos sobre a bravura dos cães e aves de combate.

O jovem Colby tornou-se obcecado por esses valorosos animais desde a sua mais tenra idade. E foi aos 11 anos de idade que ele ganhou seu primeiro pit bull.

Segundo Louis B. Colby, seu filho,  J.P. Colby jamais trabalhou um dia sequer para outro homem, mas desde cedo conseguiu seu próprio sustento da criação de cães e aves de combate, atividade com a qual conseguiu manter sua esposa e sete filhos mesmo durante a grande depressão americana (1929).

A linhagem Colby se desenvolveu a partir de cães Ingleses e Irlandeses cuidadosamente escolhidos. Seu filho Louis Colby conta que ele procurava e negociava com  imigrantes que chegavam de sua terra natal trazendo algum animal.

images (2)
J. P. Colby com seu filho Louis Colby e a cadela Goldie (1922).

 

dba950eea0450f73cb0763ad3268b26d
John P. Colby & Jack Johnson

 

John-P-Colby

colbywithbill.jpg.w300h399
John P. Colby com seu cão Bill.

 

Alguns cães da linhagem Colby que fizeram história

pitbulls john colby
Colby’s Galtie (1912)

 

Colby’s Galtie (1912), cujos pais vieram da Irlanda.
4860875427ed6f0f69815e904a5924da
Colby’s Tige (1896) um cão extremamente importante na linhagem.

 

59014_148020

c888ee244e546b8f186e46b18fe9c3f9
Colby’s Pincher (1896) considerado por J. P. Colby o melhor de todos os tempos.

 

images (3)
Colby’s Bobtail bob (1895), 21XW

colby ad (1)

Anúncio da época oferecendo cães da linhagem Colby. Em uma parte do anúncio lê-se ” É fácil produzir cães bonitos e bons lutadores, mas é preciso um cão game para se vencer”.

 

Após a morte de J. P. Colby em 1941, seu filho, Louis B. Colby assumiu a criação dos cães dando continuidade ao legado da família até o seu falecimento em 10 de Julho de 2011.

 

No ano de 1997 Louis B. Colby publicou um livro em co-autoria com Diane Jessup.

9780793820917-us

A lendária linhagem Colby conta atualmente com 127 anos de seleção de cães reconhecidos mundialmente por sua conformação, temperamento e gameness.

logo99

 

Trajetória do APBT na América

 

Aqui mais algumas fotos antigas que demonstram a trajetória do APBT na América.

twain and dog
Mark Twain e seu Pit Bull.

3aff482f0ebb589c8e30273a7ece891c - Cópia - Cópia - Cópia 3fc49ff92fe3c5fee42f9701b9bd161f - Cópia - Cópia - Cópia 06c51ab475d6870d5a9f132a1fce5801 - Cópia - Cópia - Cópia 7f820ae828834f5221d72edde7cea110 - Cópia - Cópia - Cópia 79d91c465e25d7545e0527e58b3f1ba9 - Cópia - Cópia - Cópia 798a3a723f9d12f2af4bce517a6d43a1 - Cópia - Cópia - Cópia 8623cf6ff41ded0a021778943e7ea227 - Cópia - Cópia - Cópia 41896e4f72be7ea4d08a757da06aaecc - Cópia - Cópia 716182b015a948a28f01e414581452c8 - Cópia - Cópia

e8c071f5c5d28c8cc30f0f8d10331fa0 il_570xN.971718728_aazb image149 images (1) images (2) images (3) images (4) images (5) images IMG_26027788785751 joe2 s-l500 (1) s-l500 s-l1600 (1) s-l1600 vintage_soldier vintage-boypit-375 Vintage-image-of-Boy-with-White-Pitbull_art

Fim da segunda parte.

Continua na próxima semana…

Deixe seu comentário

Postagens relacionadas

Bandog Brasil - Adestramento de Cães | Aprenda como Adestrar seu cão
A minha opinião sobre o DOGO ARGENTINO - Cão de Guarda

Cão de Guarda

A minha opinião sobre o DOGO ARGENTINO

O Dogo Argentino é uma raça que já provou seu valor no combate contra cães, na caça grossa e contra humanos. Um animal cujo perfil se assemelha aos Bandogs do passado. Forjado a “ferro e fogo” tem despertado por décadas a paixão dos admiradores de cães funcionais.

Você quer um site incrível como este?
Sim eu quero!
Shares