Zé Leigão
Zé Leigão perguntou:

Bom dia, Jairo.

Acabei de assistir ao seu último vídeo, “Tratamento diferenciado entre cães gera conflitos!”, e é sobre ele a dúvida.

Eu vou pegar uma filhote fêmea de Rotweiller daqui a 2 semanas, quando ela completar 45 dias de vida, para fazer a função de guarda noturno do pátio. por outro lado, eu já tenho um Beagle macho de exatos 2 anos de idade, muito calmo e satisfatoriamente obediente (acredito que não seja dominante), que dorme dentro de casa.

Depois de ver o teu vídeo, acredito que entendi como permitir um ambiente livre de interferência humana entre os cães para que eles se equilibrem socialmente, e vou criá-los assim:

  1. durante o dia, o Beagle e a Rottweiler ficarão soltos, juntos, no pátio.
  2. à noite, vou deixar eles dormirem juntos no mesmo ambiente até a Rotweiller completar 1 ano, ou 1 ano e meio, quando começará a amadurecer e se perceber como um cão com instinto para guarda.
  3. a partir daí, vou deixar a Rotweiller ficar solta no pátio à noite, protegendo a casa, e o Beagle continuará dormindo dentro de casa (ou às vezes na rua também). assim, eles já teriam afinidade e equilíbrio social entre eles, e já terão decidido naturalmente quem é o dominante da relação, e se respeitarão.

Espero que essa criação mencionada acima seja adequada (quanto à regalias, brincadeiras e passeios, farei com que ambos tenham os mesmos mimos, tenham brinquedos e passeiem sempre juntos).

Agora, depois de entendermos o ambiente deles, surge a minha dúvida: tem chance do Beagle adulto agredir seriamente a Rottweiler filhote ou, o contrário, a Rotweiller filhote agredir o Beagle, no período em que ficarem soltos no pátio durante o dia, com pouca ou moderada presença humana? Tem algo com que eu precise me preocupar?

Por fim, informo que eu vou ter o auxílio do adestramento do teu “filho do coração”, o Velasques, que é um baita profissional (já adestrei meu beagle com ele).

Obrigado desde já,

Jonathan A.