A Vida Social do Cão de Proteção.
A Vida Social do Cão de Proteção.
A Vida Social do Cão de Proteção.
Cão de Guarda

A Vida Social do Cão de Proteção.

Jairo Teixeira
produzido por
Jairo Teixeira

Legenda do vídeo gerada automaticamente:

Hoje à noite alguém sugeriu falar sobre a dívida social do cão de proteção muito bem o pessoal gosta de falar de quem de proteção hora eu também não entendeu um pouquinho sobre essa questão do cão de proteção ver só eu eu sou eu sou completamente completamente vendido na ideia dos cães de proteção no sentido de que eu considero o melhor sistema de segurança que existe o campo por várias razões oi como é que tu prefere um cão uma arma eu prefiro ter uns dois né eu puder mas se eu tiver que escolher entre um cão e uma arma que eu prefiro cão o que eu posso estar com a minha arma do lado do lado da minha cama e e pega um sono e durmo e vou acordar com alguém apontando a minha arma na minha cara hein isso não vai acontecer se eu tiver o cachorro meu cachorro não faz não vai deixar ninguém entrar na minha casa sem me avisar não importa o tamanho do cachorro pode ter um cachorro mynico ninguém vai chegar em mim sem eu ter conhecimento então tem opções não só tem o tempo só meu cachorro tá comigo ele me avisa ou eu posso trancar no meu quarto lá janela pular um muro fugir da minha casa deixar alguém entra rouba vou embora para o vizinho vamos embora então e eu o cão supera arma nesse povo aí outra coisa importante é que o seguinte a minha arma pode ser usada contra mim ele pode tomar a arma é a minha alma pode ser usado contra mim meu cão não pode ser usado contra ele lembra consegui usar meu cão contra ainda não tem como em relação a cães de proteção cão treinado ele se torna mais seguro que uma arma por que você não consegue chamar a bala de volta né uma vez lançada já era eu posso chamar meu cachorro de vó e o cachorro desequilíbrio aí qual a equação a pessoa sem medo de cães pessoas é muito mesmo eu vi já vi relatos criminosos que eles falando que tem muito mais medo do cão do que da arma por quê porque não confronto de dois homens eu já era o pai de família neto 10 filhos 11 com o meu filho de estimação o meus dois agora então já já estou indo para 13 14 netos agora tô perdendo as contas tem uma família tem eu tenho minha vida ter minha esposa eu tenho tudo para atender eu tenho tudo atende e bandidos né o cara o cara condenado aí 30 anos na cadeia não tem futuro não tem possibilidade de reestruturar a sociedade muitos doentes né magia no canal tem nada a perder não quero perder meu tempo então no confronto de um bandido e um cidadão de bem em ambos armados entendeu a desvantagem tatuado cidadão de bem até porque o cidadão de bem não sai dando tiro as pessoas todos os dias nunca matou ninguém né oi e o bandido não e agora o bandido e um cachorro mas ele dá um tiro no cachorro beleza matou o cachorro mas se não matar também né tchau tiro ou casos vários casos de cães atingidos continuam e o confronto resolve situação o bandido foge e o cão ver morrer posteriormente o cão até sobreviver eu conheci um dobermann que sobreviveu a tiros e conseguiu mandar embora bandido então o cão leva vantagem aí então eu vou falar pouco então sobre a questão na vida social de proteção por incrível que pareça ainda existe cultura popular muito muito difícil de estranho existia eu cresci ouvindo isso que para ter um bom cão de guarda você tinha que pegar o irmão e botar na corrente deixar o irmão preso incomunicável que esse animal aí vai virar uma fera né o morder todo amor isso não corresponder à verdade esta declaração não corresponde é justamente o contrário tá um cão o que cão pessoalmente um cão de trabalho de função no caso aqui de proteção ele precisa ser altamente altamente sociabilizar eu vou esclarecer o que eu quero dizer com isso tá mas ele precisa normal que precisa conhecer o mundo um animal privado privado ele ele bate o irmão inseguro medroso totalmente seguro oi oi feitos experiências com um cães de laboratório a tinta coisa que não me agrada né mas foram feitos experiências e cães foram privados de qualquer tipo de interação os 6 8 meses um ano de idade em laboratório de contato nenhum com nada ninguém zé zé só recebiam a água comida era movido de um lugar para o outro né uma portinhola e aí limpava o local tudo mas vocês não tinham contato com nada 0000 espaço vazio de um quarto 24 uma portinhola abrir ele passava alguém entrava que limpava botar a comida água deixava esses animais a cultura do cartão brava exatamente fabi exatamente esses animais privados de contato com o mundo era um animate quando tirados descendente eles congelavam completamente eram animais completamente traumatizado animais o desenvolvimento do cérebro dele foi comprometido animais incapazes de interagir com o mundo qualquer coisa é que o medo de tudo congelado foi tipo não tive condições de nada dá um passo fora daqui local e não dava um passo ela vai existir no início das primeiras semanas primeiros meses da vida do cão eu acredito que o ser humano também né os nossos bebês a gente ver como ele descobre o mundo né até a fase oral a bota tudo na boca o meu leitinho agora meu filho mandou eu dizer na net mordendo o pé chupando o dedão né que quer pegar tudo o que olhar tudo que botar tudo na boca e então faz necessário para o desenvolvimento né desenvolvimento do sentido da percepção da criança e do cachorro bom então claro então exemplo do espírito laboratorial não é inscrito ambulatório uma coisa assim para ver o que acontecia né o pobre de bichos mas se você é um cão restrito no canil né pega um filhotinho aí de 45 dias por um canil o boi uma corrente ele nunca larga ele vai sofrer um dano semelhante ele vai estou perguntando se ele é o irmão que estranha até textura do sol animal que já pisou em cimento por exemplo quando pisar na grama e ele estranha apavorados pisar na grama ou na brita bom então é muito importante para nós todos os nossos cães oferecer é essas experiências pessoalmente no os primos na primeira semana de dívida do nosso animal sons a visão do dia do atendente cheiros então mesmo eu cão segurança deus meu fila brasileiro aqui que a gente social né e sai com ele tava a noite com ele ele experimenta experimenta a rua movimento carro ônibus passando camilo cheios né caminhar com ele ele experimenta ele foi importante ele conheceu o mundo porque com todo todos nós temos medo do que a gente não conhece dentro do sequência então eu quero que o normal tem o maior número de expediente é possível e quando eu vou escolher um cão de proteção na alinhada é hoje eu tava olhando uma ninhada e tem uma cadelinha lá que ela é bem bem na dela né eu gosto de cães que vem uma mim eu acho que esse procure uma interação gosto dele mais que procure uma interação porque o animal que procura uma interação que busca animal consciente mano não consigo mais mal é extrovertido ao boi que eu quero isso eu quero um animal não de jeito nenhum é isso um problema que está ocorrendo já falei sobre isso na raça fila brasileiro provas oficiais provas oficiais da raça fila brasileiro revelar os clubes da cafib é um cara lá que uma vassoura mas cadeiras ameaça o cachorro achou avança cara foge já parabéns muita preocupação eterna e é isso é que eu não faço contato com ninguém aquela avançou e acabou o pai foi para cima passou parabéns pastora peça temperamento ótimo quero ver cachorro não faço contato cachorro não sofre contato né que é diferente hoje de manhã e um amigo aqui tem um casal de pele curso a cadela agora tá parada teve que operar a perna teve um problema lá mas a gente vai fazer com massa 56kg do cachorro monstro que recorte barra bicho toque aí nem maturo né mas na figuração ali o meu parceiro fez coração cachorro mordeu e aí o que eu te pedi para ele aliviar né porque a gente começou botar uma pressãozinha demais o cachorro cachorro sente o animal sente é uma coisa e bateu tá coisa é é apoiar né então aqui aqui quer aqui a questão não é o cachorro cachorro fisicamente ele é muito forte mas aqui ele pode sentir então se o cachorro tem imatura inseguro ou ele não é o material adequado se toca ali ele larga e não pode né então de proteção eu e o parto do princípio o cão de proteção ele tem que entrar em confronto e sofrer udan entrar em luta corporal a e essa cultura do cachorro bravo infelizmente prevalece na raça fila brasileiro há muitos anos atrás eu fui comprar um fila brasileiro e não tinha outras escolhas né e o cachorro que eu comprei é um cachorro diferente sim né cindo a regina não mas é a raça não ou não é raça fila ele é assim fila estranha pessoas né eu levei o cachorro fila brasileiro rapaz o bicho depois tinha medo de tudo e de todos à noite de ano novo quando começaram os fogos o cachorro pulou pela janela do quarto e entrou o papai xu da cama então para baixo tá então quando eu chegar em casa eu tinha acontecido do cachorro trabalho tá com a minha filha era pequenininha ainda foi tirar o cachorro rosnou para ela aí eu falei assim não fica mais aqui a gente vai embora amanhã mas o cachorro tinha medo de tudo de todos então é esse perfil aí e eu eu assessorado por um criador caramba anos de experiência troféus para campeão diz campeão daquilo pô beleza e eu ainda nessa época ainda acreditava um pouquinho no papo dos criadores de cachorro né é tudo bobagem você soubesse como é bobagem soubesse quanta bobagem se você soubesse como criador de cachorro não entende de cachorro pessoal é impressionante empresa tocante mas não tem como essa ideia nos estados unidos da europa bom infelizmente infelizmente o mundo está contaminado contaminados por causa da do conceito raça por passa por esse conceito raça pura bagunçou tudo acabou com tudo porque porque junto com conceito raça pura surgiram as exposições de beleza onde os animais são selecionados são julgados selecionados a ver qual é o melhor cão para o brasil melhor olha o campeão mas posição de dobra mas qual é o melhor do ano esse é o que mais se encaixa no padrão o padrão morfológico o mais bonito e pronto ó aí os itens do seu cachorro para fazer o cachorro naquela direção ele olha o posterior vem correndo ele hora olha os anteriores beleza circula ali vai lá passa a mão no cachorro abre a boca e ele bota a mão na boca do cachorro o bicho foi a mão na boca de cachorro para olhar os dentes não tem que fazer dentária e o cachorro tem que ficar quietinho assunto de permitir o estranho botar a mão na arma dele tentar alcides vai lá com o irmão no testículo do cachorro e o cachorro ficar de boa aceitar o jeito outra mão no testículo dele esse cachorro hoje na para o produzir ele está fora seu cachorro demonstrar o que agressividade para com o juiz ele está fora fora desclassificar bom então aí se sente permite ser examinado tocado tudo bonitinho e ele é o mais correto zinho dentro do padrão ele é o grande campeão era o papel não fazem um teste de tiro nós fazer um teste ge guarda tá aí agora tá lindo cachorro da mesma o dono vamos ver agora traçar o bandido trás do figurante ele morre cão de guarda não existe essa parte aí deus a pau e o troféu souza é mas agora sim mais um animal permitir ser tocado abrir a boca dele não poder fazer nada então ou seja os mais mansinhos os mais passivos os mais plásticas os campeões a gente já um pouquinho de temperamento é manda aí meu irmão o que que é isso nunca tive na vida para votar na minha boca sai fora meu ele é isso aí tá forte só fica os a abre a boquinha prejuízo pouquinho mas isso tudo causado por essa depois foi beleza que estão destruindo os animais em alguns locais na europa e alguns locais ainda existem dentro do clube de raça né aí você vê a raça se dividido em duas linhagens cão de exposição e linhas funcionais então em alguns clubes ator valer quanto e o dobermann exemplo né ele ele em alguns clubes o animal tem que provar que dão para a função senão ele pode ser lindo maravilhoso ele não ganha o o astro é e ele com consequentemente ele não pode acasalar e o que era casa lá os filhos não recebem registro então em alguns lugares e alguns clubes se faz qual sua opinião sobre mondioring olha eu não conheço muito muito ruim tá eu conheço pouquinho mais enxuto eu não tenho nada contra esses esportes são interessantes a ação interessante tem um monte de mim tem os outros não tem esse erro o knpv que eu acho que o mais que a lista é eu não tenho nada contra não tenho nada contra tá porém é muito importante entender o seguinte são esporte ponto final são esportes tá bom eu sou professor sou faixa-preta de jiu-jitsu professor de defesa pessoal incêndio jitsu aqui na cidade cresceu que uma academia zinha agora eu tenho um aluno que a faixa roxa e assumiu para ser tudo para ele ele vai pegar a faixa marrom agora e e o registo da cidade agora está pendendo para o lado esportivo da garotada quer participar de exposições e competições troféus gosta e se for agora uma competição ganharam todos animados a cidade minúscula não tem utilidade nenhuma e dois voltaram para cidade com o troféu pô vamos voltar à cidade no mapa do egito né é mas olha só exercícios competição é uma coisa e é super legal mas é completamente diferente de defesa pessoal nosso tão real a mesma coisa com o sport demon domingos um o que a lbv são esportes os cães trabalham dentro de uma rotina existe uma rotina quero chegar lá e faz o que você quer fazer o alguém chegar e muda na hora não para que os três próximos serão avaliados comparados todos seguem uma rotina então eu prefiro por exemplo que está surgindo aqui no brasil atingindo agora no brasil mas já existe aqui no brasil chamou eu by é um eu tenho um vídeo que eu fiz o pessoal de são paulo que tem uma modalidade não resposta uma modalidade tenta aproximar mais do real ou seja criar situações inesperadas então o cachorro vai ter que pular para ver um carro para trocar o figurante figurante vai ficar show ataque segurance segurança pula d'água com cachorro tem um situações é diferente o condutor do cachorro não sabe o que vai acontecer entendeu dá uma coisa que aproxima mais do real do real tá então não tem nada quanto esportes mas só não pode esquecer que esportes então isso aqui tá é importante entender o seguinte psol o cão cão de você se ele vai fazer aquilo que foi treinado para fazer ele foi porque ele foi treinado para fazer ele ele não vai fazer algo que que não foi trago a fazer não jeito ele vai fazer aquilo que ele foi criado para fazer então se você quer falando sobre a socialização do animal sobre a vida social do campo de proteção é se você colocar um sério que saiba atuar por dentro do carro você tem que te oferecer esse cenário para ele você tem no mínimo andar de carro com o show é só pode me enviar hoje hoje eu resolvi sair de noite o puxa vou levar o cachorro para mim que me sentir mais mais mais segura vamo lugar que é perigoso hoje eu vou levar o cachorro beleza pode levar o cachorro cachorro nunca andou de carro cachorro vai estar sim tá acontecendo que eu tô fazendo aqui ele vai tá mais preocupado com ele com ele com a segurança dele e tentar entender o que que tá acontecendo no pico comprego com o tal redor pode chamar de socializar pode ser uma de de sensibilizar que eu prefiro é você tem que apresentar o animal situação que você nunca sabe o seu cachorro no carro e ele não vai saber como se portar o carro muito menos atuar dentro do carro então você tem que sair com seu cachorro de pequenininho o carro agora vou pegar um filhote aí e vou começar a sair o carro bem pequenininho porque vai chegar o momento que eu quero criar os que para proteção dentro do carro e eu preciso de usar esses animais se sintam bem dentro do carro com seguro dentro do carro vai colocar esse alimento novo ameaça a roupa passar por toda a escola todo o treinamento normal aqui eu já falei em outros mais nós aí ele vai atuar dentro do carro ele vai acostumar dentro do carro eu quero simplesmente colocar um dia ele dentro do carro e vai chegar alguém vai abrir o carro para entrar e eu quero ver o cachorro é agir mas para isso ele tem que conhecer o carro você não conheceu o carro botar aí hoje lá e alguém entrar ele vai ficar tipo acontecendo aqui ele não sai a porta no carro e relação com aquele ambiente ele não tem relação com aquele ambiente como é que ele vai proteger aquele ambiente a não ser que o carinha aqui com o palco tocando o cachorro aí ele vai sempre proteger é tão cara com paula e o cachorro vai ser protegido aí ele agora ele não conhece o interior do carro o veículo e entra alguém entra liga o carro vou embora com ele ele não vai hoje porque que ele quer júlia o pajé do que você não tem vínculo com aquele ambiente não conhece acremente isso acontece muito com cless é de família que não protege a família não protege a família porque não conviveram com a família se quiser usar palavras sociabilizar não foram sensibilizadas com muita gente compra cachorro a partir é um mal necessário critério nem gosta de cachorro ele comeu cachorro-quente uma casa bonita ele tem fez seguro e ouviu falar que cachorro é bom que achou assusta bandido ele comprou um cachorro cachorro fica preso num caiu solta de noite bom dia solta de noite só isso quando o sol e quando o sol está chovendo eu não vou soltar para eu vou me molhar tu deixa preso amanhã e só não tem não tem relação o cachorro não conhece as pessoas da caixa conhece ver ele sabe que disse aquelas pessoas mas não tenho vínculo eu não tenho interação é só o cachorro não vai proteger uma pessoa com a qual ele não tenha veículo e não existe isso cachorro não vai proteger uma pessoa com a qual ele não tem um vínculo o cachorro protege baseado no sentido de dever não eu sou um pastor alemão amizade e proteção à não não não ele vai se proteger ele vai ser proteger então você está com uma pessoa que ele não tem vínculo pega o cara ameaçando bater pessoa ele foi embora eu fora eu não tem nada que ver com isso prefira nunca te conheci o tempo porque é portanto entender o que que leva o animal a proteger é o sentido de grupo se proteger é simples né simples você pega um periquito na mão oi gente vai perguntar aqui vai te buscar ele vai ter uma formiga taguatur mesmo ela vai ter tipo só quando ela vai te explicar usar todos têm excesso de se proteger agora é uma cadela protege a cria por quê porque ela tem 15 saiu dela nasceu ela lambeu lá tá ali eu instinto materno ela tem um vínculo com aquele decisão é proteger nada dela e agora o cachorro não convive com a família não tem vínculo com dono não sou sensibilizou né não tem vírgula não contei convivência não tem laço em mim porque liga proteger não vai proteger não vai proteger ele vai chocar ameaçam o dono ele vai fazer nada então esse encher né saber ele vai recuar é uma coisa de foto de grupo de união por exemplo os pitbulls eles não foram selecionados para serem quer de proteção tá não não tem isso na história dele oi amore pessoas que pegam um pit bull macho e uma fêmea e cria um dentro de casa no apartamento junto cachorro anda de carro mora no apartamento com vista ali junto com o dono esses cães demonstram naturalmente algum tipo de proteção o que todo o cachorro tem outro cachorro tem woody a defesa num grau maior ou menor mas todos têm que eu tô sempre lá de defesa então defesa significa eu vou me proteger correto então opa perigo vão me proteger eu vou fugir daqui essa essa a primeira regra eu vou fugir eu tenho perigo aqui eu vou para lá certo só que a gente o homem quer um cachorro que não fuja no pátio se esconda debaixo do carro quero um cachorro que em frente então depois selecionando animais na selecionando animais através de 15 a minha o irmão com uma massa com o tamanho né e um ano a capacidade de andré de optar por não vou me embora tô aqui não não vou fazer esse cara embora aqui eu vou plantar esse cara aqui ele vai pular para fora do muro tá mas todo o irmão tem o jardim certeza ah mas eu tô falando uma coisa eu parei de falar quando eu escolhi um filhotinho eu quero filhotinho mais que procura contato comigo ele quer contato com mano ele vem ele procura contato eu quero isso não eu vou pegar o mais o mais arredio porque ele vai ser bom para a guarda que ele não vai ele não vai aceitar o estranho não não quero normal seguro um animal seguro é um animal que quer contato físico comigo ele tem um monstro chegando ele quer que é esse estranho é esse estresse do animal que que vem interagir comigo não tem medo interagir comigo animal seguro e eu quero um animal que derrubou o objeto por exemplo derruba meu amor de chaves e ele vai cheirar fazer o quê que aquilo que que aquilo ali não quero normal que eu derrubei o molho de chave dele ele vai lá para mim vai esconder com a mãe não eu quero mal que vem investigativo anormal que tá curioso consciente confiante se observa é isso não sai com uma ninhada caminhando o no campo por exemplo o atravessa o riachim uns atravessa o outro não atravessa chorando não atravessa o rio atravessa eu já fiz isso parado lá atravessa os outros passos da água e aí eu já opá quais são os olha o que passa qual é que enfrenta qual é o supera né a gente é o limpar ponta meio tá com medo e tal mas vai opa na volta ele já entendeu tranquilo eu estou no carro eu quero um animal investigativo que é normal que procure comunicação comigo eu quero isso inclusive eu quero um filhote procure comunicação com o 3º compete a mim depois é gerenciar a relação dele com pessoa mas eu quero um animal que queira comunicar com pessoa olha que eu quero eu quero isso eu quero eu quero irmão esse nosso confiança isso mostra a capacidade de lidar com o desconhecido com situações novas pessoas novas eu quero muito isso.

Deixe seu comentário

Postagens relacionadas
Bandog Brasil - Adestramento de Cães | Aprenda como Adestrar seu cão
Treinamento amador de proteção. - Cão de Guarda
Cão de Guarda
Treinamento amador de proteção.

Eu botei o nome dessa live de treinamento amador de proteção pessoal veja abelha meu intuito aqui é ajudá-los tá eu quero ajudá-lo mas eu tenho que escolher muito bem as coisas que eu falo porque eu não quero botar em uma pilha errada eu não ...

Bandog Brasil - Adestramento de Cães | Aprenda como Adestrar seu cão
Cão de guarda sem aptidão. Colar eletrônico. - Cão de Guarda
Cão de Guarda
Cão de guarda sem aptidão. Colar eletrônico.

O que você acha da coleira eletrônica para auxiliar no adestramento em quais situações acho ótimo hoje hoje mesmo eu vou repreender um aluno e por que faz o trabalho muito burro está fazendo um trabalho muito bom para fortalecer os bacana pode ...

Bandog Brasil - Adestramento de Cães | Aprenda como Adestrar seu cão
Deixa! Cão de proteção para qualquer pessoa. - Cão de Guarda
Cão de Guarda
Deixa! Cão de proteção para qualquer pessoa.

Então que elas estão ao alcance proteção eu vejo essas colas né então o pessoal da do esporte militar é policial o meu pai tomou 15 outro lá então é questão que eu vejo que eu tô falando hoje aqui poucos se fala no cão real real porém ...

Bandog Brasil - Adestramento de Cães | Aprenda como Adestrar seu cão
Criando um Cão para Proteção #2 - Cão de Guarda
Cão de Guarda
Criando um Cão para Proteção #2

Além de levar para passear o que mais posso fazer para trocar meu cão mais autoconfiante isso a lei não isso muito importante levar para passear não é uma coisa pequenas coisas levar para passear é uma grande coisa não é porque imagina se ...

Curso de Adestramento de Cães Online com Jairo Teixeira
compra verificada
Shares