Os nossos cães não estão de brincadeira!
Os nossos cães não estão de brincadeira!

Uma visão simplista, superficial e com base no antropomorfismo, não permite que as pessoas percebam o significado por detrás das interações dos cães.

Com uma linguagem corporal sutil porém repleta de significado, os cães estabelecem regras sociais de convivência que são a base para o funcionamento do bando de forma harmônica.

Rituais de domínio, submissão e apaziguamento, rituais de caça, e rituais sexuais são interpretados por um observador desavisado como “brincadeiras”.

Porém uma análise mais profunda através das lentes da etologia e estudo do comportamento nos revela que as supostas brincadeiras dos cães na verdade são cheias de significado e são completamente sérias ao passo que TUDO o que um cão faz se torna aprendizado e soma para um comportamento futuro.

Deixe seu comentário

Postagens relacionadas

Bandog Brasil - Adestramento de Cães | Aprenda como Adestrar seu cão
Você se considera um dono de cão responsável? - Adestramento de cães e Comportamento Canino

Adestramento de cães e Comportamento Canino

Você se considera um dono de cão responsável?

Tenho visto, escutado muitas pessoas falarem sobre “posse responsável”. O que é “posse responsável”?   Obviamente significa os donos terem cuidado de seus cães, mantendo seus animais bem alimentados, vermifugados, em um ambiente limpo, as vacinas em dia etc, etc. Porém, um aspecto da “posse responsável” tem sido pouco falado e até negligenciado.   Me …

Bandog Brasil - Adestramento de Cães | Aprenda como Adestrar seu cão
Como SOCIABILIZAR um cão com outros cães - Adestramento de cães e Comportamento Canino

Adestramento de cães e Comportamento Canino

Como SOCIABILIZAR um cão com outros cães

Quase todos entendem a importância da sociabilização, da necessidade de apresentarmos os nossos cães a outros cães, outros animais, pessoas, ambientes variados etc. Porém existe a forma adequada para fazermos isso. Não podemos simplesmente largar nossos cães e imaginar que tudo vai dar certo, confiando em suas habilidades de “fazer amigos”. Na verdade, quando falamos de sociabilização, estamos …

Shares