Zé Leigão
Zé Leigão perguntou:

Olá Jairo! Meus parabéns pelo seu canal, site e Facebook, gosto muito do seu conteúdo e da sua forma “direto ao ponto” de abordar os fatos do mundo canino.

É o seguinte:

Tenho 3 cães em minha fazenda (dos 5 que terei em breve) para guardar minha casa, para onde mudei recentemente, que é bem visada (beira de estrada).

Uma cadela Rottweiller de 7 anos. Achei que seria bom ter uma fêmea junto aos machos para constituir uma matilha e fazer cruzamentos (heterose), deixar eles mais acesos, enfim.

Um macho SRD de 13 meses de uma matilha bem antiga e conhecida de um amigo meu, veio filhotinho.Tem função, uma certa seleção mesmo que amadora, de vários anos para caça e guarda nessa fazenda de onde veio.

Um macho Fila Brasileiro de 10 meses, de canil famoso, veio com 4 meses. Muito grande, bem típico, uma criança ainda, está começando a mostrar temperamento agora.

Pois bem, presenciei o SRD cobrindo a cadela Rottweiller, naquele cio brabo. Tirei a cadela do convívio, deixei ela sem contato até semana passada.

É o SRD que lidera, até por conta da idade, ele e o Fila Brasileiro sempre se deram muito bem.

Há 4 dias voltei a cadela, já sem cio, para o convívio dos outros. Ela está instigando o SRD, que a cobriu, pra cima do Fila, e quando ele vai, ela vai junto, acua, e vai no pescoço pra matar.

Eu intervi duas vezes, porque achei que o filhote Fila estava em muita desvantagem, com 2 no pescoço dele.

Na ultima vez, o Fila agrediu mais e deu uma desanimada no SRD, que ficou com a cara bem cortada.

A cadela instigou ele bastante mas ele não quis ir pra cima do Fila, que é bem maior e está começando a se mostrar. Fiquei com a impressão que o jogo começou a virar.

Sei que devo intervir o mínimo possível, mas se machucam bastante.

Deixo a agressão acontecer, mesmo 2 contra um?

Obrigado e um abraço.