Recado aos Familiares. Dúvidas frequentes.
Recado aos Familiares. Dúvidas frequentes.

Legenda do vídeo gerada automaticamente:

Vamos começar com um seguindo as sugestões aí nos alunos os malaios se dirige aos dirigida aos familiares ok o resto da família eu fiz muito isso né na verdade a minha especialidade harmonizar clico ambientes e pessoas eu trabalhei muito bom famílias né e dentro de uma família e levar ao envolvimento né obrigado a gente não a família ideia do cachorro é de uma pessoa uma pessoa gostaria de ter um cachorro às vezes é um projecto familiar então vai variar vai apanhar um envolvimento né é para o sucesso o progresso para que dê certo a experiência com cachorro nós precisamos a família tem que se envolver ajudar ou no mínimo a pessoa não quer se envolver tem problema não atrapalhar eu eu falei essa pergunta eu reuni a família numa sala depois tava perguntar para cada um qual é o seu movimento você gosta cachorro tal ó e aqui a pessoa não tem nada contra mas não tem tempo não interessa não o bicho gosta sim teu eu gosto tem uma conta mesmo então aí eu eu defini aqui é que vai se envolver que é que prefere ficar fora eu fiquei ficar de fora então maravilha não tem problema nenhum ficar pessoa que canta observa chama cana de vez em quando vem olha quer participar participar mas é todos têm que colaborar no sentido ou ativamente ou pelo menos dando espaço para as pessoas envolvidas trabalharem sem maiores distrações então a primeira pergunta porque que eu não posso falar com o filhote boa de muda porque que eu não posso falar com fiat belém é os pais não falam certos cães não falam os cães e me deixou latidos ganidos únicos rosados e se comunicam através de som sem dúvida nenhuma mas eles não falam como nós falamos né nós tentamos passar uma imagem é uma mensagem complexa até as linguagem falada estou aqui passando mensagens complexas através de dividir mais falar eles não fazem isso é muito básico então e e toda a vocalização tem tem significado de importante é obviamente e então mas como um cachorro não fala no sentido que eu não consegui não consegue nem entender a trabalho de através de linguagem falada quando eu falo com um animal é eu proponho uma comunicação que ele não consegue atingir esse outro animal quando eu falo um animal chega um adulto filhote eu falo com ele eu proponho uma comunicação que ele não entende então ele entra num estado meio de afeição e ele pode me atender esta dedico lá é muito começa a falar com cachorro ele vai querer chegar a gente vai chegar à casa do teu rosto não deixa e já perto da tua boca quem está saindo som ele tá frito ele tá querendo entender ele percebe que você está tentando comunicar ele gostaria de saber como que agora a pouco eu alguém mandou o vídeo aluno do cachorro latindo para o fogo e fez fogo e o cachorro latindo para o fogo eu do que que aquilo que comportamento é esse então o que que o cachorro faz ele não conhece o fogo thalia você tem curiosidade é um misto de curiosidade e apreensão né que nunca viu eles têm que calor é mentiroso creditado fogo né falando a madeira e ele fica assim e lá tiangou por que que ele acha ele provoco mas eu queria provocar uma reação do fogo né ele quer dizer que aquilo não fazer é um bicho então ele ele lá tentando provocar uma reação para se espantasse o movimento este foge então ele acha dessa forma para obter uma reação tá e ele olá eu sou chegar no meu quintal bem abaixar o chapéu mexicano opala que eu vou dar minha silhueta que os meus 14 não me reconheceria vote google quem deve porque latido tipo quem é que eu fiz aquilo um latido de surpresa ou de repente passa de surpresa para tentar interligada afastar intimidar afastar tá então isso ocorre então grupo a comunicação através de souza tem o valor igual quando eu falo meu cachorro e ele não entendi aquilo que tá acontecendo eu não ele não consegue catar lugar aquela comunicação ele fica ficar e ele tem já pular em mim então falar um cachorro tende a se excitar o animal se eu falar com meu cachorrinho assim aí pior ainda que hora inglês cita mais ainda dois porque não posso brincar com filhote pode pode é porque eu não posso ligar pela pode obrigado filhote pode mas que tipo de brincadeira que tipo de brincadeira o pretinho como um cachorro é uma boquinha em cima de quatro patas a primeira coisa que ele fazendeiro morder manipular as pessoas tá então eu não posso brincar no sentido de interagir de forma descompromissado com meu cachorro porque porque o meu cachorrinho meu filhotinho ele ele está aprendendo aí tá prendendo preparar tocado oportunidade para ver se eu entro no caminho deixa eu só o meu cachorrinho caneta ou no pátio que eu encontro ele eu vou de forma descompromissados tem um projeto um plano ele vai fazer coisas tipo border as minhas pernas colar em mim modelo uma dentro da calça cadarço do sapato eu não posso me dar o luxo ea interagir com ele de forma store aleatória porque isso vai produzir resultados entender que o meu cachorrinho o 100porcento 100porcento tempo eu vou lá fora e comece o internet com ele assim ele embora lá e que bonitinho e do carinho e ele não morreu o que que vai acontecer eu tô criando um padrão eu tô querendo padrão então o animal tá crescendo tá aprendendo usar a boca para interagir com pessoas né e pular em mim ficar esperta grande as pernas tá qual é o resultado de bom esse filhote vai crescer e por menor que seja raça ele se torna inconveniente não é arranhar as pernas da pior rasga as meias e machuca né eu tenho que entender o seguinte filha a boca do cão também é a arma b então não interessante para mim deixar um grupo pior crescer com a ideia de usar na boca que também é a arma para me matricular para prometer reações plantar minha pessoa para induzir algo para ele ir inibiram o agir tá então eu vou brincar eu devo brincar entre aspas meu achou porque brincar entrar porque cachorro não brincar quando eu falo não brinca não estou dizendo não estou dizendo que o cachorro não extrai prazer nas suas atividades físicas interações não é isso eu tô esperando aí ele vai fazer e muito o que eu estou dizendo quando eu digo que cachorro não brinca eu estou dizendo que tudo que ele faz tem um valor vai pôr computador ele vai para a bagagem dele aprendizado vai para o para caixinha de aprendizado e ele vai usar aquele situação de futuro é semelhante tá tudo que ele faz ele vai agrega em valor e vai e vai e vai ser agregado outras futuro nossas redes então é não faz algo e vou usar para mim eu tô brincando já tá cheio de uma vez eu acho que de maneira essa meu amigo cara não e como nós fazemos pegadinha de passa o zap dele eu jairo brito o cachorro aí é sério ele tá aprendendo então eu prefiro falar brincadeira só brincar as minhas brincadeiras com meus pés são brincadeiras educativa eu faço a brincadeira que duplo cachorro e por isso eu proponho interação com objetos não pode vir com a terra que direciona a boca e atenção do animal para aqueles objetos e e não o meu corpo eu não quero eu eu sempre que dica ou não quer comer o conselho de centro das atenções eu quero que o foco das atenções sejam os seus brinquedos objetos que eu uso bolinha e eu uso e guardo comigo o preço vai ter um cachorro só não possa interagir com ele é mesmo é a mesma mas eu quero ver a complementar né eu posso vivo interesse no cachorro olá seja bem eu eu comprei um cachorro agora é um filhote 2060 dias esse animal aí bem cuidado deus quiser saudaram né segurar dessas 12 anos 14 horas e até tem muito tempo vai interagir com normal ali ideia de cachorro a minha ideia quando eu peço um cachorro é um animal que eu possa ter eu poderia vou deixar não tô aqui agora na cama aqui do meu lado deitada fica aqui tranquilo é um cachorro quer sair de bicicleta eu quero fazer uma trilha eu quero levar um cachorro eu quero no sítio para levar um cachorro quero ir para uma pescaria eu quero cachorro participativo eu quero que acho que anda de carro eu quero um cachorro equipe que esteja meu parceiro e saiba se comportar e em qualquer local aparecer tem que ser educado então eu tenho que entender que essas exigências iniciais essas restrições iniciais que o propõe e ela só passageiro elas são iniciais que eu estou falando de filhote nós estamos falando de um animal que chegou agora um bebê já tinha dinheiro né e vai crescer vai ver ela dura gente vai pro adulto e nada nem pensar ficou primeiro ano da vida do cachorro ele vai cheio ano a gente vai estabelecer limites regras para que ele como ficou conviva bem comigo então é um pequeno preço ao meu ver um pequeno preço a pagar que é o preço da disciplina para ele desde já por longos anos loucos e duradouros anos né e e o que acontece que as pessoas de forma muito romântica né ah não mas eu quero cachorros ou pela casa beleza eu também mas eu não começo com cachorros o placar se eu converso eu converso com transcrição educação e liberdade nessa ordem a restrição educação libertária e quando você pode fazer carinho no cachorro e aí um cachorro eu gosto de parede fazer carinho no cachorro na hora que eu tô interagindo com ele no início principalmente então pegar o filhotinho tocar nele ele toca de volta porque a gente ficou boca né porque isso ele passa sobre se você observar eu tô com uma ninhada de 50 dias então se você observar board é isso eu tô tô cão filhote e ele morte ele toca normal então gosta do que eu gosto propor juntamente com a brilhar porque eu tirei sua boca do cachorro objeto a boca e a atenção por objeto e aí eu não tenho colocar em conectar com a boca ocupada porque além do prazer capturar a bolinha do trigo é trazer a bolinha e o outro cadeado a disputa de morder a lenda do daquele prazer eu acrescento o prazer do meu toque é muito bom eu quando ele está com aba oi e a mente ocupada objeto eu dou carinho e aí eu tô carinha não consegue guardar certeza com a boca para tá então eu tô querendo um patrão dele ser tocado tenho tocado de volta então e no início é isso eu tô kumato ele toca é esqueci o cartão através da interação de bolinha para ligar e outra coisa não fala de carinho e colo tá carinho na barriga né as pessoas fazem o caixão um vírus mas assim é bastante missão sim mas por cima só mais uma atitude que está relacionada ao estado mental é infantil infantil bebê por quê porque a cadela cadela pega o filhotinho e recém-nascido em vira ele com futuro e lambri o ventre lali lali lali dessa forma ele ele origina de teca e ela limpa comemos deixar é assim que funciona sei que algumas pessoas é um jeito mas assim consultório assim que ela mantenha os animais limpos e o ambiente nem por isso ela não faz o animal foi apostilado ele para eliminar e precisa de se chama então quando ela vir o filhote lambe é prazeroso para ele tá língua quente na barriga e eliminar e faz cocô e xixi dele e siga a larga acabou de mamar mamou ele ficou tipo assim mas eu tô com uma fralda e então ele tem essa a fresca da mamãe lambendo gente só pega o meu cachorro e ele ensina como é que a próxima desde que não compartilhar e eu dou carinho eu mantenho ele no estado mental infantilizar quais são as consequências pois é um filhote não é responsável pelas próprias festa julina carga então se eu fizer isso eu começo a ter problema de higiene eu começo ter problema de jeito porque eu acho que qualquer lugar porque a mamãe agora humano é o encarregado para limpar tranquilo eu vou ter que eu planejei esse problema num grau mais acentuado o cachorro começa a interagir com as plantas fezes e urina numa tentativa de ganhar a minha atenção né não que o cachorro bórico foi capaz de voz que eu posso fazer para ganhar atenção desse cara não não a soma o somatório tá eu mandei ele um estado infanti eu estou incentivando ele está nesse estado de chupando o bico com 12 anos de idade certo e ele me ver em quando as fezes urina então e fecha o dela aí chamado triângulo amoroso quem quiser entender melhor disso assustar a live triângulo amoroso acho então carinho na barriga dói há a possibilidade do trabalhar a questão da higiene da forma correta porque eu mantenho o cachorro no estado infantilidade carregar no colo similar porque carregar no colo e superproteção eu super protejo no cachorro superproteção a mantém o animal no estado infantilizar além disso carregar no colo colocar o cachorro come cima do meu colo no sofá por exemplo da status porque eu sou s98 puxado às vezes leva a agressão que achou em cima do sofá ou em cima da cama é problema eu às vezes eles são muito chatos são caras pessoa estraga prazer né porque eu tudo que é um pequeno porte mas eu sei quais são as consequências não tem tem tem tem tem que ter alguns meses em cima da cama começou a brigar com a gente só sofá agridem pessoas eu posso comprar um sofá para o meu cachorro tem uma casa grande uma sala grande que eu quero uma solução fazer isso mandei vir um sofá o nome do meu cachorro bordado dólar é o bope tem problema é o sofá do bolo mas eu não sei o que lá e ele não se abra o meu até conforto seu cachorro uma filha manda fazer uma carninha térmica fica fresquinha no verão em que tenta me enviar não tem problema bordado com o nome dele não tem problema mas é aquela dele não a minha meu cachorro não fica no nível precisa dessa diferenciação a cadeira do papa é maior mais alta que a cadeira do bispo mas observe.

Deixe seu comentário

Postagens relacionadas
Curso de Adestramento de Cães Online com Jairo Teixeira
compra verificada
Shares